terça-feira, 3 de julho de 2018

Em 2018 ENEM completa 20 anos. Saibam as mudanças do concurso deste ano.

Na edição em que completa 20 anos, o Enem 2018 chega com algumas mudanças em sua aplicação. A principal diferença deste ano é a separação dos períodos de isenção e inscrição
A taxa de inscrição do Enem 2018 não sofreu alterações em relação ao último ano, permanecendo em R$ 82. Cerca de 70% das pessoas que fazer as provas estão em categorias de baixa renda ou escolaridade pública, o que dá a elas o direito de pedir a isenção da taxa do Enem
Confira o que mudou no Enem 2018!
MEC anunciou nove mudanças para o Enem 2018
Créditos: Inep/MEC

Isenção antes da inscrição

No Enem 2018 os pedidos de isenção terão que ser feitos antes da inscrição. Para ser dispensado do pagamento da taxa é preciso solicitar isenção entre 2 a 11 de abril. A isenção é dada aos estudantes que estiverem nas seguintes condições:
=> Alunos do 3º ano do ensino médio de escola pública;
=> Estudantes que tiveram a certificação do ensino médio por meio do Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos (Encceja);
=> Beneficiados pela Lei 12.799/2013: alunos de escolas públicas ou bolsistas integrais de colégios particulares que tenham renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa;
=> Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico): participantes com renda familiar de meio salário mínimo por pessoa ou renda familiar total de até três salários mínimos. 
Os aprovados no Encceja formam a nova categoria de isenção do Enem, ampliando o benefício da gratuidade da taxa. 
O resultado da isenção do Enem 2018 está previsto para o dia 23 de abril. Os isentos não estarão automaticamente inscritos no exame, sendo necessário fazer a inscrição de 7 a 18 de maio.

Justificativa de ausência

Para diminuir os gastos com o Enem, os participantes que conseguiram a isenção de taxa no Enem 2017 e faltaram às provas terão que justificar a ausência para conseguir o benefício no Enem 2018.
Os participantes precisam comprovar a ausência com documentos oficiais como atestados médicos, boletim de ocorrência, por exemplo. O prazo também será entre 2 e 11 de abril.

Recursos da isenção

Os participantes que tiverem seus pedidos de isenção negados poderão recorrer entre 23 e 29 de abril. Eles terão que apresentar a documentação listada neste link
Se o Inep analisar a documentação e constatar inconsistência nos dados, o recurso será negado e o participante terá que pagar a taxa de R$ 82 se quiser se inscrever no Enem 2018. 

Novo sistema de inscrição

Como grande parte dos participantes do Enem 2018 pedirá a isenção da taxa de 2 a 11 de abril, informações escolares e socioeconômicas já serão respondidas nesta etapa de cadastro, diferente das edições anteriores em que tudo era feito no momento da inscrição do exame. 
Quem pedir a isenção não precisará preencher os dados sobre estudos e renda novamente ao se inscrever no Enem 2018. Já os demais participantes farão o cadastro completo, levando em consideração os dados que o Inep pedir no formulário que estará disponível em maio. 

Fim do zero por desrespeito aos Direitos Humanos

Após a decisão da Justiça no Enem 2017, o Inep excluiu das competências da correção da redação a possibilidade de atribuir nota zero ao participante que desrespeitar os Direitos Humanos. 
Para o Enem 2018, essa regra foi formalizada em edital. Apesar de não zerar, o estudante pode perder pontos se estimular a violência ou demonstrar o preconceito em sua redação, por exemplo. 

Mais tempo para prova

Uma mudança importante para os estudantes é o acréscimo de 30 minutos no tempo total do segundo dia do Enem 2018, o qual terá 5h de duração.
As provas de Matemática e Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia) do Enem 2017 tinham 4h30 de duração, tempo considerado insuficiente por muitos participantes por causa do tamanho das questões. 

Reforço na segurança

O Inep anunciou que haverá aumento no número de detectores de metais nos dois dias do Enem 2018. A quantidade ainda não foi informada pelo instituto. 
No ano passado, o Enem já foi aplicado com maior quantidade de detectores em relação às outras edições. Foram disponibilizados 67 mil aparelhos, sendo um para cada 100 participantes. Em 2016, o quantitativo era de um para cada 110 estudantes. 

Regras de eliminação

Além dos que já eram previstos em edições anteriores do exame, os participantes do Enem 2018 poderão ser eliminados por mais cinco motivos: 
- Não permitir que vestimentas e artigos religiosos, como burca e quipá, sejam revistados pelos fiscais de sala;
- Não permitir revista de aparelhos de auxílio como máquinas perkins, punção, reglete, sorobã ou cubaritmo, régua, assinador, óculos especiais, lupa, telelupa, tábuas de apoio e outros;
- Não entregar o cartão resposta e a folha de redação depois do tempo destinado para as provas.
- Se o acompanhante da participante lactante entrar na sala de prova;
- Apresentar-se ao fiscal de sala sem documento de identidade ou aguardar possível entrega do documento dentro do local de prova.

Atendimento específico e especializado

O Inep passa a aceitar outros documentos para comprovação da necessidade de atendimento especial. Antes, o participante tinha que apresentar laudo médico.
Também chega ao fim a necessidade de carimbo no documento que comprove a necessidade de atendimento especial. 
Médicos que tenham registro no Ministério da Saúde poderão emitir documento que comprove a necessidade de atendimento especial do candidato, tirando a exclusividade dos registrados no CRM.
A videoprova em Libras torna-se oficial, já que no Enem 2017 ela foi experimental, podendo ser requerida pelos surdos e pessoas com baixa audição.
O Inep ampliou o prazo para recursos dos atendimentos específicos ou especializados de três para cinco dias, assim como para o uso do nome social.
Outra novidade é que o atendimento hospitalar poderá ser solicitado pelo telefone 0800 616161. As solicitações passarão por análise da Comissão de Demanda e o participante será avisado por SMS ou e-mail.

Novos documentos de identificação

Com a participação de refugiados e imigrantes no Enem, o Ministério da Educação (MEC) ampliou os tipos de documentos aceitos como identificação dos estudantes.
Documento provisório de solicitação de refúgio; Carteira de registro nacional migratório e documento provisório de registro nacional passam a ser aceitos como identificação no momento das provas do Enem 2018. 
Fonte: https://vestibular.brasilescola.uol.com.br/enem/mudancas-enem-2018.htm

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Enem foi usado por mais de 1,2 mil brasileiros para estudar em Portugal. Saibam mais aqui:

A Universidade do Porto, parceira desde março de 2016, tem 316 estudantes brasileiros que foram selecionados a partir das notas do Exame Nacional do Ensino Médio.


Brasilera Ana Spinelli registra a frente da Universidade de Coimbra, em Portugal, onde estuda direito. (Foto: Arquivo pessoal) Brasilera Ana Spinelli registra a frente da Universidade de Coimbra, em Portugal, onde estuda direito. (Foto: Arquivo pessoal)
Brasilera Ana Spinelli registra a frente da Universidade de Coimbra, em Portugal, onde estuda direito. (Foto: Arquivo pessoal)
As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram utilizadas por mais de 1200 brasileiros para ingressar em instituições de educação superior (IES) portuguesas, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
De acordo com o instituto, é o primeiro levantamento do tipo. Com data de abril de 2018, a pesquisa considerou 23 das 29 instituições portuguesas com as quais há acordos de cooperação firmados. Ainda segundo o Inep, seis instituições ainda não consolidaram os dados de seleção com nota do Enem.
A Universidade do Porto tem 316 estudantes brasileiros. Ela é parceira desde março de 2016. Na sequência, a Universidade do Algarve tem 308 estudantes, sendo parceira desde setembro de 2014.

Histórico

O primeiro acordo foi firmado em 2014. Atualmente, nove instituições portuguesas estão pleiteando assinatura de acordo interinstitucional. Cinco estão em andamento e serão oficializadas em breve, ampliando de 29 para 34 o número de parceiras. 

 

terça-feira, 12 de junho de 2018

Sisu do segundo semestre abre as inscrições; prazo termina na próxima sexta

As inscrições foram abertas na manhã desta terça-feira (12); neste semestre, o Sisu oferece 57 mil vagas que podem ser disputadas por quem fez o Enem 2017 e não tirou nota zero na redação.

 edição do segundo semestre do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foram abertas na manhã desta segunda-feira (12). No total, 57.271 vagas estarão em disputa por estudantes que fizeram a edição 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não tiveram nota zero na prova de redação.

As inscrições são feitas pela internet no site do MEC e o prazo termina na próxima sexta-feira (15).
Neste semestre, 68 instituições aderiram ao Sisu: 30 universidades federais, 27 institutos federais, dois centros de educação tecnológica federais, além de sete universidades estaduais e um centro universitário público estadual.

Calendário do Sisu do segundo semestre:

  • Início das inscrições: 12 de junho
  • Fim das inscrições: 15 de junho
  • Chamada regular: 18 de junho
  • Matrícula dos aprovados: 22 a 28 de junho
  • Inscrição na lista de espera: 22 a 27 de junho 
Fonte: https://g1.globo.com/educacao/noticia/sisu-do-segundo-semestre-abre-as-inscricoes-prazo-termina-na-proxima-sexta.ghtml

sábado, 9 de junho de 2018

AULAS 2º BIMESTRE 2018 - PROF FRANCISCO JÚNIOR - GEOGRAFIA IE. SARAH KUBITSCHEK - CN 1004, CN 1005, CN 1007, CN 1008, CN 1009 & CN 1010.

ATENÇÃO TURMAS DE SEGUNDA-FEIRA: CN 1005, CN 1008 E CN 1007 &
TURMAS DE SEXTA-FEIRA CN 1004, CN 1009 E CN 1010.
CONFORME PROMETIDO SEGUEM ALGUMAS AULAS.
A MATÉRIA PARA A NOSSA PROVA DE GEOGRAFIA DO 2º BIMESTRE DE 2018 SERÁ: ESTRUTURA DO PLANETA TERRA, TEORIA DA DERIVA CONTINENTAL E TEORIA DA TECTÔNICA DE PLACAS.

DIA 07 MAIO 2018 - TECNOLOGIAS MODERNAS APLICADAS À CARTOGRAFIA



 
DIA 11 MAIO 2018 - TECNOLOGIAS MODERNAS APLICADAS À CARTOGRAFIA






 
DIA 14 MAIO 2018 - ESTRUTURA GEOLÓGICA DO PLANETA  - TIPOS DE ROCHAS




DIA 18 MAIO 2018 - ESTRUTURA GEOLÓGICA DO PLANETA - TIPOS DE ROCHAS




DIA 21 MAIO 2018 - ESTRUTURA GEOLÓGICA DO PLANETA - TEORIA DA DERIVA CONTINENTAL E TECTÔNICA DE PLACAS



DIA 25 MAIO 2018 - ESTRUTURA GEOLÓGICA DO PLANETA - TEORIA DA DERIVA CONTINENTAL E TECTÔNICA DE PLACAS

VÍDEO AULA







quinta-feira, 17 de maio de 2018

ENEM 2018 – Inscrições para o exame nacional encerram ás 23h59 desta sexta-feira (18)

Inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM 2018) encerram ás 23h59 desta sexta-feira, 18. A menos de dois dias do seu encerramento, o INEP já registrou na quarta-feira, 16, cerca de 5 milhões de candidatos inscritos.
ENEM 2018 - Inscrições para o exame nacional encerram ás 23h59 desta sexta-feira (18) (imagem: reprodução/internet)
ENEM 2018 – Inscrições para o exame nacional encerram ás 23h59 desta sexta-feira (18) (imagem: reprodução/internet)
Lembrando que os candidatos que conseguiram a isenção da taxa de inscrição do enem, também devem se inscrever. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registrou no dia 18 de abril, 3,8 milhões de pedidos de isenção aprovados. O que estudar? Confira algumas dicas aqui.

ENEM 2018 – O que precisa pra se inscrever?

Para fazer a inscrição do Enem, é preciso ter em mãos o número do seu CPF (Cadastro de Pessoa Física) e RG (Carteira de Identidade). Além disso, será necessário informar um e-mail individual e válido para cadastro. Através do email você fará o acompanhamento da situação da inscrição na página do participante.

ENEM 2018 – Das Inscrições

As inscrições do ENEM encerram ás 23h59 desta sexta-feira, 18 de maio de 2018. Inscreva-se na página do página do participante no site (https://enem.inep.gov.br/participante). Reforçamos que os candidatos que conseguiram a isenção da taxa de inscrição, também devem se inscrever. Aos demais, pagará uma taxa que custa R$ 82 e pode ser paga até 23 de maio. De acordo com o Inep, 3,36 milhões de participantes foram beneficiados com a isenção da taxa.

https://www.afolhahoje.com/concursos/enem-2018-inscricoes-para-o-exame-nacional-encerram-as-23h59-desta-sexta-feira-18/

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Cursos e aulas grátis pela internet auxiliam nos estudos para o Enem 2018

Provas este ano serão realizadas nos dias 4 e 11 de novembro

Por FRANCISCO EDSON ALVES
 
Professores do ProEnem utilizam a tecnologia em cursos gratuitos
Professores do ProEnem utilizam a tecnologia em cursos gratuitos -
Rio - Com inscrições abertas até 18 de maio, foi dada a largada para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018), cujas provas serão nos dias 4 e 11 de novembro. É hora, então, de começar a intensificar os estudos. E, em tempos economicamente difíceis, para ajudar estudantes que querem aprimorar os conhecimentos sem gastar qualquer centavo com cursos e aulas, seja em casa ou no trabalho, O DIA selecionou algumas dicas de especialistas. Com conteúdo preparado e ministrado por professores de pré-vestibulares renomados, é possível adquirir mais informações, tirar dúvidas e até fazer planos de estudos.
No Blog do Enem, por exemplo, há cursos e apostilas de Redação, Matemática, Biologia, Química, Inglês, História, Física, Filosofia, Geografia e Literatura. O endereço ainda oferece aulas, orientações e também simulados. O Blog do Enem garante que todo material é de publicação do Ministério da Educação e Cultura (MEC) e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, o INEP, que cuida do exame.
Já o curso QG do Enem inicia maratona com o tradicional 'Aulão dos Focas: Foca nas Humanas e Foca na Medicina'. A primeira edição acontecerá quarta-feira, dia 16, às 17h. A transmissão será ao vivo e gratuita. Estão programadas mais de quatro horas de aulas de Geografia, História, Química e Física com os temas mais cobrados.
O aulão começará com Geografia e vai tratar da nova ordem mundial: Os EUA e Trump; a China de Xi Jinping e a Rússia de Putin. Às 18h tem Química e Física. História começará às 19h. Para encerrar, aula de Cinética Química e Enzimologia. Professor do QG do Enem, Márcio Branco explica que a iniciativa democratiza o acesso ao conhecimento. "São seis meses até a prova, tempo legal para se organizar nos estudos", destaca o docente.
Estudar a distância, por sinal, tem lá suas vantagens. É o que acredita o estudante Salazar Silva. "É mais fácil, pois a gente faz o horário. As aulas são leves, divertidas e sempre trazem motivação", justifica o jovem, que sonha em ser engenheiro. 

Cuidado com a qualidade dos conteúdos

A internet é uma das principais e indispensáveis ferramentas na oferta de conteúdo gratuito como preparação para o Enem. Mas é preciso estar atento quanto à qualidade das videoaulas. O site Via Carreira, especializado em cursos, empregos, estágios e vestibulares, enumera, depois de várias pesquisas, alguns canais de confiança.
Além do QG do Enem, o ProEnem (www.proenem.com.br) oferece aulas ao vivo diariamente e orientação de estudo em todas as disciplinas. Só no YouTube oficial do curso já são mais de 16 milhões de visualizações.
Também são tidos como referências na área os seguintes sites: www.iped.com.br; www.youtube.com/user/passarnoenemconcurso; www.youtube.com/user/ProfAndreGazola; tvescola.org.br; www.mesalva.com; e https://www.mandebemnoenem.com/.

Analfabeto até os 65 anos se forma em História aos 79

Seu Valdir superou a pobreza e a doença da mulher e conquistou diploma universitário

Por FRANCISCO ALVES FILHO
PROFISSÃO CERTA
PROFISSÃO CERTA -
Rio - Essa é daquelas histórias que servem de incentivo para quem acha que seus objetivos são muito difíceis de alcançar. De família pobre e desde cedo trabalhando duro em várias funções para sobreviver (atuou em lapidação, em gráfica, foi motorista e carregador), Valdir de Lima não teve tempo de estudar. Por causa disso, manteve-se sem saber ler e escrever até os 65 anos de idade.
Isso não impediu que se apaixonasse pela carreira de História (Veja um vídeo sobre o curso). "Foram minha mulher e meus filhos que me ajudaram a ler. Comprava jornais, revistas e livros e ficava encantado com a história das pessoas, dos lugares", conta ele. Aos poucos, foi aprendendo mais com as aulas do Telecurso 2000. "Sou autodidata", orgulha-se.
Resolveu ir mais longe. Fez o Ensino Médio e depois matriculou-se no curso de História da Universidade Estácio de Sá. Por 8 anos, dividiu o tempo entre a sala de aula da universidade e o quarto de hospital onde sua mulher estava internada. Ela teve que tirar um rim e acabou falecendo, depois de uma convivência de 56 anos. Mesmo sem sua maior incentivadora ao seu lado, Seu Valdir continuou os estudos.

sexta-feira, 11 de maio de 2018

ATENÇÃO: Enem: concluintes do ensino médio de escolas públicas têm gratuidade automática da taxa de inscrição

Em 48 horas, mais de 2 milhões de candidatos se inscreveram. Prazo vai até o dia 18 de maio. 

 studantes do 3º ano do ensino médio da rede pública que queiram se inscrever no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 não precisarão pagar a taxa de R$ 82 para fazer a prova. O sistema dará a isenção automaticamente, mesmo que o candidato tenha se esquecido de solicitá-la antes.

O Ministério da Educação (MEC) abriu essa exceção apenas para esse grupo. Os demais alunos que também teriam direito à isenção (bolsistas da rede privada e participantes de programas sociais, por exemplo) só deixarão de pagar a taxa se tiverem feito a solicitação de isenção até o dia 15 de abril. O resultado dos pedidos foi divulgado em 23 de abril.
É importante lembrar que todos os candidatos, inclusive os isentos, precisam se inscrever no Enem até o dia 18 de maio.

Pagamento da taxa

No caso dos estudantes que terão de pagaros R$ 82 para se inscrever, o prazo máximo para quitar o boleto bancário é o dia 23 de maio. Mesmo que haja um feriado regional e os bancos não funcionem, a data-limite não será alterada, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Como se inscrever

Para fazer a inscrição, é necessário informar o número do CPF e do RG para que seja criada uma senha. É ela que dará acesso futuramente ao cartão de confirmação e aos resultados, por exemplo. Também é preciso ter um número de celular e um e-mail válidos, para que o Inep envie comunicados diretamente aos candidatos. Confira aqui o passo a passo.
Além desses dados, os estudantes têm de afirmar se necessitam de algum atendimento especializado no dia da prova (como para pessoas com deficiência ou lactantes). Em outra etapa da inscrição, precisam marcar se a língua estrangeira cobrada na prova será o inglês ou o espanhol.
O Enem seleciona candidatos para o Sisu, Prouni, Fies e universidades portuguesas.

Datas das provas

O Enem acontecerá em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro:
  • 04/11: 45 questões de linguagens, 45 de ciências humanas e redação.
Duração: 5h30
  • 11/11: 45 questões de ciências da natureza e 45 de matemática.
Duração: 5h (30 minutos a mais do que em 2017)

Horários das provas

sábado, 5 de maio de 2018

Enem 2018: inscrições para o exame começam na próxima segunda-feira 07 Maio 2018. Confiram tudo aqui:

Ensino superior

Informações sobre taxa de inscrição, datas das provas e outras novidades já estão disponíveis. Confira
publicado: 02/05/2018 17h33 última modificação: 02/05/2018 17h38
 Foto: Luis Fortes/MEC
Enem 2018: saiba tudo sobre as provas e inscrições para o exame
Estudantes que desejam concorrer a uma vaga em instituições públicas ou privadas de ensino superior pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem conferir as informações mais importantes para quem pretende fazer as provas neste ano. Se você faz parte dessa galera, fique atento principalmente às datas e prazos. Confira:

Inscrições e taxa

O período de inscrições para o Enem começa na próxima segunda-feira (7) e termina no dia 18 de maio. A taxa para participar das provas é de R$ 82, e o pagamento pode ser feito até 23 de maio. De acordo com o Ministério da Educação, “o período para solicitar a isenção da taxa de inscrição e de justificar ausência da edição passada terminou no último dia 15 de abril”.
O ministério alerta, também, que todos devem fazer a inscrição no período indicado, ou seja, o fato de a isenção da taxa ser aprovada não significa que o participante esteja automaticamente inscrito.

Provas e novidades

As datas do Enem 2018 já estão definidas: 4 e 11 de novembro, ou seja, em dois domingos, como na última edição. Neste ano, porém, uma novidade: no segundo dia de provas, os candidatos terão 30 minutos a mais para responder às questões para as disciplinas ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

Enem no radar

Quer acompanhar todas as atualizações e informações novas sobre o Enem 2018? Fique atento ao site do Inep, à página do Enem 2018 e baixe o aplicativo oficial do exame, disponível aqui para dispositivos móveis que utilizam sistema operacional Android; e aqui para aqueles com sistema operacional iOS.

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Fies prorroga para 23 de maio prazo de pré-seleção da lista de espera

Prazo para a chamada dos estudantes na lista de espera terminaria em 25 de abril, mas MEC anunciou prorrogação nesta segunda (30).

 oi prorrogado para 23 de maio o prazo de pré-seleção da lista de espera do Fies, o Fundo de Financiamento Estudantil.

Inicialmente, a data final seria em 25 de abril. No entanto, o Ministério da Educação (MEC) anunciou, na tarde desta segunda-feira (30), que prorrogaria por mais um mês o prazo para as instituições pré-selecionarem os estudantes.
Uma vez selecionado, o estudante só poderá confirmar a contratação do financiamento após a complementação das informações no site do Fies. Cada estudante tem um prazo de até três dias úteis para fazer a complementação.
Poderão ser financiados os cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), ofertados pelas instituições de ensino superior participantes do Fies.

Modalidades do Fies

O novo Fies tem duas modalidades:
  • Fies: Candidatos cuja renda familiar per capita seja de até 3 salários mínimos. Nesse tipo de financiamento, o pagamento será feito com juros zero. Caso o estudante se encaixe nessa faixa de renda, só poderá participar do P-Fies se não houver vaga para o curso desejado na primeira modalidade.
  • P-Fies: Candidatos cuja renda familiar per capita esteja entre 3 e 5 salários mínimos. Nessa modalidade, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito (banco).
  •  
  • Fonte https://g1.globo.com/educacao/noticia/fies-prorroga-para-23-de-maio-prazo-de-pre-selecao-da-lista-de-espera.ghtml

Enem foi usado por mais de 1,2 mil brasileiros para estudar em Portugal. Saibam aqui:

A Universidade do Porto, parceira desde março de 2016, tem 316 estudantes brasileiros que foram selecionados a partir das notas do Exame Nacional do Ensino Médio.

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram utilizadas por mais de 1200 brasileiros para ingressar em instituições de educação superior (IES) portuguesas, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
De acordo com o instituto, é o primeiro levantamento do tipo. Com data de abril de 2018, a pesquisa considerou 23 das 29 instituições portuguesas com as quais há acordos de cooperação firmados. Ainda segundo o Inep, seis instituições ainda não consolidaram os dados de seleção com nota do Enem.
A Universidade do Porto tem 316 estudantes brasileiros. Ela é parceira desde março de 2016. Na sequência, a Universidade do Algarve tem 308 estudantes, sendo parceira desde setembro de 2014.

Histórico

O primeiro acordo foi firmado em 2014. Atualmente, nove instituições portuguesas estão pleiteando assinatura de acordo interinstitucional. Cinco estão em andamento e serão oficializadas em breve, ampliando de 29 para 34 o número de parceiras.
São elas: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Universidade Lusíada, Universidade Lusíada – Norte, Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida e Instituto Leonardo da Vinci. 

 

segunda-feira, 9 de abril de 2018

PHOTO AULAS 1 BIM 2018 - GEOGRAFIA - PROF FRANCISCO JUNIOR.

PESSOAL SEGUEM ALGUMAS FOTOS DO NOSSO TRABALHO EM SALA DE AULA OK.
PROF FRANCISCO JÚNIOR - GEOGRAFIA - CN 1004, CN 1005, CN 1007, CN 1008, CN 1009 E CN 1010. NOSSA PROVA SERÁ NO DIA 11 DE ABRIL 2018 (QUARTA-FEIRA). MATÉRIA DA PROVA: ORIENTAÇÃO, LOCALIZAÇÃO E MOVIMENTOS DA TERRA. JÁ O TRABALHO ESTÁ NA PÁGINA 78 DO NOSSO LIVRO A SER ENTREGUE APÓS A SEMANA DE PROVA DE FORMA INDIVIDUAL. VAMOS LÁ. PROF FRANCISCO JÚNIOR.

1 - ORIENTAÇÃO E LOCALIZAÇÃO





2 - MOVIMENTO DA TERRA E ESTAÇÕES 


 
3 - REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA



4 - MAPAS TEMÁTICOS E GRÁFICOS